Diego e Victor Hugo lançam “Do Copo Eu Vim” com participação de Marília Mendonça

É a primeira música do novo DVD – Ao Vivo em Brasília

Diego e Victor Hugo estão há algumas semanas no topo das paradas com o hit “Infarto”, uma das músicas mais executadas nas rádios nesse verão. Agora, a dupla lança em todas as plataformas digitais a música “Do Copo Eu Vim”, com participação especial da cantora Marília Mendonça. Esse é o primeiro single inédito do novo DVD “Diego e Victor Hugo – Ao Vivo em Brasília”, o terceiro trabalho da dupla, que será lançado pela Sony Music.

“Ao Vivo em Brasília” foi dividido em dois EP’s. O primeiro, com 8 faixas inéditas, será lançado no próximo dia 22 em todas as plataformas digitais, onde a dupla coleciona números expressivos. Só no Spotify, Diego e Victor Hugo têm quase 4 milhões de ouvinte mensais. No canal oficial do YouTube são 260 milhões de visualizações e mais de 625 mil inscritos.

Confira o vídeo de “Do Copo Eu Vim” com participação da Marília Mendonça:

https://www.youtube.com/watch?v=bFur4cNajKE&feature=youtu.be

 

Título: Do Copo Eu Vim

Intérprete: Diego e Victor Hugo

Compositores: Philipe Pancadinha/Victor Hugo/Cristhyan Ribeiro/Nando Marx/Douglas Mello/ Flavinho Tinto

Direção de Vídeo: Alex A1 Filmes

Produção Musical: Júnior Melo e Marcelo Cheba

 

DO COPO EU VIM

Você sabe a diferença entre o clima e o tempo?

O clima é o que nós dois não temos

O tempo é o que nós dois perdemos

Onde é que eu tava? Com a cabeça quando abandonei as garrafas

Por você que por mim não se importa

Mas um bom solteiro sempre à balada torna

É que do copo eu vim, pro copo voltarei

Tava com o pé no amor, bebi escorreguei

É que do copo eu vim, pro copo voltarei

Em terra de balada quem tá solteiro é rei

É que do copo eu vim, pro copo voltarei

Tava com o pé no amor, bebi escorreguei

É que do copo eu vim, pro copo voltarei

Em terra de balada quem tá solteiro é rei

Aonde é que eu tava? Com a cabeça quando abandonei as garrafas

Por você que por mim não se importa

Mas um bom solteiro sempre a balada torna

É que do copo eu vim, pro copo voltarei

Tava com o pé no amor, bebi escorreguei

É que do copo eu vim, pro copo voltarei

Em terra de balada quem tá solteiro é rei

É que do copo eu vim, pro copo voltarei

Tava com o pé no amor, bebi escorreguei

É que do copo eu vim, pro copo voltarei

Em terra de balada quem tá solteiro é rei

 

Gostou da notícia? Compartilhe