A fazenda do cantor em Itaperuna/RJ serviu como cenário para a gravação deste despretensioso e original projeto de carreira. A fotografia impecável mostra a natureza e a rotina de um dos “cantos”prediletos de Eduardo Costa. Aliás, Eduardo neste cenário aparece na versão que mais aprecia, com a simplicidade da roça. Um DVD gravado de improviso e acolhido como grandioso pela Sony Music.

A gravação não teve ensaios e nem repertório programado, foi tudo gravado numa reunião de amigos, algo intimo no quintal de casa. Com luz natural e sem maquiagem, durante o dia, o sol iluminava e aquecia os cantores, à noite, a fogueira foi essencial para a gravação, com as participações especiais de amigos do cantor, como Dell Cavalin, Alex e a dupla Clayton e Romário.

“Levamos três dias para gravar tudo, no sábado tivemos e ideia e começou, sem repertório, eu cantava as músicas que vinham à cabeça e o Manutti me acompanhava no violão, foi tudo muito rápido e natural como tudo neste trabalho”, comenta Eduardo Costa.

Imagens